Quando falamos de gestão de estoque estamos nos referindo a um monitoramento profundo dos itens ou materiais que estão armazenados. São atividades que conseguem proporcionar amplo conhecimento na administração adequada do registro, compra e saída de estoque dentro de uma empresa. 

Ao não realizar a gestão adequadamente, possivelmente você irá assumir prejuízos decorrentes da má organização. Por isso, dentro da gestão de estoques, é necessário ter um sistema de controle que ajude a revisar os recursos e implementar técnicas que permitam avaliar corretamente a mercadoria.

Por que a sua empresa precisa realizar uma gestão de estoque?

Existem empresas que ainda não enxergam a importância de uma boa gestão de estoque ou não priorizam essa estratégia. No entanto, ter uma ideia da sua capacidade de armazenamento e demanda é essencial para uma visão mais assertiva do negócio e focada em bons resultados.

Assim, o empreendedor terá o controle das mercadorias com as quais se destina a atender a demanda do produto. Além disso, há muitos benefícios em aplicar a gestão de estoque em empresas, sendo que até mesmo as já consolidadas no mercado aplicam tal ação, usufruindo dos ganhos obtidos. Conheça alguns:

Potencializar a rentabilidade

A gestão de estoque é um processo que tem um grande impacto em todas as áreas operacionais e, por sua vez, é um aspecto fundamental da administração, pois quando não o tem controlado implica um custo elevado e um maior investimento. 

Até porque, quando a concorrência é muito forte, não é adequado se dar ao luxo de ter dinheiro preso na forma de mercadorias em seu estoque, nem ser incapaz de oferecer um excelente atendimento ao cliente por falta de suprimento.

Já com a gestão de estoque eficiente, é possível potencializar a rentabilidade com o aperfeiçoamento dos processos e gerar, consequentemente, o crescimento do negócio.

Assim, comprando com mais eficiência e com maior giro de estoque, o dinheiro não ficará parado em seu depósito, mas sim trabalhando.

Facilidade na tomada de decisões

Com o aprimoramento do cálculo de faturamento, o processo de compra também melhora. Os gerentes podem identificar quais itens têm maior impacto no resultado final e otimizar o relacionamento com fornecedores, datas de compra e logística para distribuição de produtos nas lojas. Ou seja, isso impacta na tomada de decisões. 

Maior entendimento de demanda

A chave para o controle de estoque adequado é uma compreensão mais profunda da demanda do cliente por seus produtos.

É muito importante que as empresas tenham seus estoques controlados, monitorados e ordenados, pois o objetivo é distribuir e fornecer adequadamente o material disponível.

Devemos ter em mente que não ter o que é necessário em estoque pode levar a uma paralisação de produção para a empresa para a qual temos que fornecer o referido item.

Otimização dos recursos disponíveis

A falta de estoque pode gerar grandes falhas na produção e, consequentemente, nas vendas. Logo, a gestão de estoque garantirá que as matérias-primas necessárias estejam sempre disponíveis, sem diretrizes de produção.

O mesmo vale para a venda de mercadorias. Quem administra uma loja de eletroeletrônicos, por exemplo, precisa estar sempre atento aos itens mais procurados pelos clientes, garantindo que não acabem no estoque.

Ou seja, um bom controle de estoque permite acompanhar as necessidades, excessos e faltas que as empresas têm de suas mercadorias do negócio. Com base nesses dados, fica mais fácil realizar ações de abastecimento ou desabastecimento para as empresas.

Sendo assim, existem boas práticas para realizar essa gestão e começar a aplicar estratégias no dia a dia, sendo capazes de gerar melhorias nos resultados.

Dicas para implementar uma gestão de estoque eficiente em sua empresa

De fato, muitas empresas enfrentam dificuldades para desenvolver o seu negócio na atualidade, em meio às crises e empecilhos encontrados no caminho. 

Porém, é possível realizar ações pequenas, mas que fazem toda a diferença para driblar problemáticas como essas. Confira nas dicas que vamos dar abaixo referente à gestão de estoque: 

Registre todas as entradas e saídas

Esta etapa é fundamental, pois permitirá que você tenha uma visão mais real da situação dos seus estoques e, a partir disso, otimize-os. É muito importante ter um catálogo atualizado e refinado de seus produtos. Além de eliminar os que já não manuseiam e os que se repetem no seu catálogo. 

Também é fundamental tê-los devidamente classificados em famílias e/ou grupos de itens e relacionados a cada um de seus fornecedores. Tudo isso para ter uma boa base de informações para realizar as etapas a seguir.

Tenha um inventário de estoque

A visibilidade do inventário é saber se você possui o produto e onde ele está localizado. As empresas precisam de uma visão precisa do estoque para garantir que os pedidos dos clientes sejam atendidos, reduzir os prazos de entrega e minimizar a falta de estoque, vendas em excesso e remarcações.

Realize o giro de estoque

Para muitas empresas, determinar a correta organização de sua logística e gestão de negócios é fundamental para determinar sua lucratividade

Ter sempre as matérias-primas e os produtos necessários à venda é muito importante. Sejam varejistas, atacadistas, estabelecimentos do setor industrial e de produção, a gestão eficiente é essencial.

A rotação de estoque faz parte dessas políticas de controle de estoque. O giro de estoque é o indicador que mede o número de vezes que o estoque de um produto ou mercadoria teve que ser reabastecido em um determinado período. Ou seja, indica a frequência com que as ações são vendidas.

Dependendo do setor e da gama de produtos, o índice de giro de estoque será maior ou menor, pois os produtos frescos não são renovados com a mesma velocidade que os tecnológicos, nem possuem a mesma capacidade de vendas ou índices financeiros com plataformas online do que a indústria manufatureira local, por exemplo.

Alie-se às tecnologias

Atualmente, graças à globalização, à tecnologia e aos próprios consumidores, a gestão de estoques está mudando bastante, pois agora é realizada por meio de softwares avançados com os quais se consegue um rastreamento eficiente.

Portanto, sistemas de gerenciamento de estoque mais sofisticados podem rastrear a localização do item e até mesmo prever o momento ideal para reordenar suprimentos, com base em uma variedade de dados, como vendas anteriores.

O software de gestão é o melhor de todos os mecanismos de controle de estoque, mas se você integrá-lo a um sistema de faturamento eletrônico poderá obter melhores resultados.

Agora que você já conhece a importância e os benefícios do controle de estoque de seus produtos, lembre-se que na wSAC temos todos esses sistemas para que cada cliente possa conhecer a rastreabilidade de seu produto, desde a entrada até a saída. 

Quer saber mais sobre como otimizar a gestão de processos? Veja agora como funciona um sistema wSAC e como implementá-lo em sua empresa para que você conquiste os melhores resultados e trilhe uma caminhada de sucesso em seu negócio!